Pneus AT 4×4 – o que comprar? Teste a 15 modelos!

Publicado por em 25 de Agosto de 2013

Esta é uma pergunta que muitos de nós, que utilizamos os nossos carros fora de estrada, já nos colocámos: que pneus comprar?

Os pneus AT são a resposta do mercado a um tipo de utilização mista muito em voga. Durante a semana andamos na cidade, e depois ao fim de semana pegamos no carro e fazemos alguns passeios fora de estrada. Não são os pneus ideais para todo-o-terreno e também não são os pneus ideais para estrada, mas são o melhor no toca ao compromisso entre os dois cenários.

Nos passeios que faço em Portugal, tipicamente levo pneus mais agressivos, mas os AT são os meus companheiros para grandes viagens a África, pois o carro consome menos com estes pneus que com pneus de perfil MUD, e além disso, este é um tipo de pneu mais apropriado para areia, pois garante um maior nível de ‘flutuabilidade’.

Quando comprei o Discovery II, em 2006, adquiri um jogo de pneus AT da BF Goodrich que me acompanharam durante seis anos, incluindo cinco viagens a África, uma delas à Mauritânia (ver aqui). Nessa viagem fizemos muitos quilómetros com baixa pressão, e acabei por destruir dois pneus. Está na altura de comprar um novo jogo.

E agora a pergunta….o que comprar? Os AT que tenho atualmente foram ‘desenhados’ faz muito tempo, e em todos estes anos muitas marcas lançaram novos modelos, com novas tecnologias, pelo valia a pena investigar um pouco para perceber quais poderiam ser as alternativas viáveis aos AT da BF Goodrich.
Esta tarefa não se mostrou nada fácil, pois não existe muita informação fidedigna neste campo, uma vez de 99% do que encontramos é troca a ideias em fóruns e afins, sempre por parte de utilizadores que dificilmente conseguem efetuar uma comparação realista entre vários modelos.

Após muita pesquisa encontrei uma revista Sul Africana que, em Outubro de 2012, efetuou um teste a 15 modelos diferentes de pneus AT. Esta revista existe em formato digital (ver aqui na APP Store), e convenientemente, vendem este teste como um suplemento independente a 0,89 cêntimos.
O teste está bem descrito e bem fundamentado, permitindo-nos, mais que olhar para as conclusões deles, ver todos os testes e escolher o modelo que mais se adequa à utilização que desejamos.

Página Seguinte ->

Índice do artigo (pode aceder diretamente a qualquer página do artigo):
Página 1 – Entrada
Página 2 – Os testes
Página 3 – Resultados
Página 4 – Conclusão

14 Responses to Pneus AT 4×4 – o que comprar? Teste a 15 modelos!

  1. Ricardo Nascimento

    Olá Pedro,

    Tenho os general grabber AT e estou muito satisfeito com eles, tanto em estrada como fora dela, nunca me deixaram mal. Têm 3 anos e dá sempre para montar com as letras pintadas viradas para dentro 🙂

    • Pedro Machado

      Olá, Ricardo.
      Eu recebi os meus mas ainda não os montei no carro. A ver…vão ser estreados em Marrocos, nas dunas!

      Quanto às letras…por um lado deveriam estar para dentro…paguei pelos pneus e não tenho nada que andar a fazer publicidade… mas por outro lado…paguei por eles, quero que todos vejam, ahahaha.

      Abraço,
      Pedro Machado

  2. Rui Fonseca

    Boas

    Já montou os General Grabber AT?

    Qual o comportamento deles?

    Obrigado, pela tradução do teste.

    • Pedro Machado

      Olá, Rui.

      Estou satisfeito com a escolha. Eu assim que os montei fui para Marrocos, para 5 dias intensivos de dunas e não me desiludiram.
      É sempre complicado comparar os pneus que temos atualmente com outros que tivemos antes. Se fosse possível dar uma volta com cada um, dava para comparar melhor, agora assim com meses de intervalo…é complicado.

      Em qualquer dos casos, em areia gostei e em estrada também. Vamos ver a nível de durabilidade como se portam…daqui a 2 meses já terei um report melhor, depois dos cerca de 9000 KM que vou fazer numa nova expedição à Mauritânia.

      Abraço.

      • Ricardo Passinhas

        Boas o que acham dos toyo country AT estou a pensar comprar ou entao o general AT

        • Pedro Machado

          Olá, Ricardo.

          Quanto aos Toyo não tenho opinião formada porque não conheço, mas valendo o que vale, olhando para a foto e o rasto deles, parecem mais agressivos que outros AT aqui presentes, nomeadamente os General Grabber AT.
          Eu estou contente com os General, mas depende sempre da utilização pretendida. No meu caso como tenho uns BFG MUD para passeios mais agressivos, os AT é mesmo para areia e grandes viagens, pelo que não queria com piso muito agressivo.

          Abraço.

  3. Ricardo Passinhas

    Boas Pedro,eu tenho uma l200 136 cvls DID de 2006 comprei a 1 mês com 115 mil kilometros estou muito satisfeito com ela mas a preferida era a HILUX não comprei porque há poucas a venda ;(
    Comprei a l200 e vinha com pneus de estrada já meio gastos os traseiros já derrapam e eu preciso de uns pneus para campo também vou andar mais estrada no campo e só passeios caça pesca e não esquecer rebocar um barco.
    Ouvi dizer que o índice de carga e obrigatório nestes veículos para passar a inspecção o meu índice e igual ou superior a 111,tenho também o erro nos pneus tenho 111 a frente e 107 atrás disseram me para trocar ou meter outros pneus.

    Gostaria da sua opinião e ajuda!

    Cumprimentos

    • Pedro Machado

      Olá, Ricardo.

      Cada carro tem um índice de carga…e como todas as outras especificações dos pneus, estes devem ser respeitados. Agora, nunca ouvi ninguém chatear na inspeção por causa disso, mas se quiserem podem, porque realmente temos de ter pneus com índice de carga indicado para o carro.

      Portanto, para assegurar que não tem problemas…o mais seguro é meter os corretos.

      Abraço.

  4. Ricardo Passinhas

    Boas pessoal alguém sabe se este site e de confiança http://www.pneuslider.pt/ ?

    Cumprimentos

  5. Nuno

    Boa tarde Pedro

    Comprei recentemente um range rover classic no entanto os BF que estão montados além de não estarem devidamente averbados já não estão em condições. Ao ver o teste por si divulgado comecei a ponderar os General Grabber AT(50/50), no entanto ao ver o site da generaltyres também me surgiram os general Grabber TR (30/70). A utilização será maioritariamente citadina com algumas saídas em fora de estrada, nada muito agressivo, principalmente terra e alguma lama de inverno, que conselho me poderá dar?
    Obrigado,cumprimentos

    • Pedro Machado

      Olá, Nuno.

      Os TR são mais estradistas que os AT, e como tal, têm (ainda) menos aptidões para fora de estrada, têm menos proteção contra pancadas laterais, etc.

      Os AT para pequenas saídas de estrada, em terra e areia funcionam, mas em lama… o caso muda de figura. Conjugar lama com cidade num só pneu é praticamente impossível.

      Bem sei que é muito chato…mas a solução melhor, a meu ver, é ter um jogo para andar em cidade e depois uns pneus mais agressivos para TT (como uns BF MUD). Desta forma, quando anda em cidade tem o conforto, e o consumo que uns pneus de estrada permitem, e quando vai para fora de estrada tem uns bons pneus para tal.

      Em todo o caso, o cenário de cima nem sempre é possível, e como tal, acho que os AT conseguem ser um pneu bastante equilibrado para fazer o que descreve. Os TR parece-me demasiado soft para incursões fora de estrada e pode dar cabo deles num instante.

      Abraço.

  6. Fernando Matos

    Boa tarde Pedro

    Já ouviste falar dos Graber AT2? Ouvi dizer que são uma evolução do moduelo AT e para ganharem mercado aos BF.

Responder a Pedro Machado Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*